/ Polícia - 14/08 10h49min
» PM que matou em cinema vira réu por homicídio duplamente qualificado
O cabo da Polícia Militar Dijavan Batista dos Santos, 37, vai responder processo por homicídio duplamente qualificado por matar a tiro o bioquímico Julio Cesar Cerveira Filho, 43, no dia 8 de julho deste ano em Dourados, a 233 km de Campo Grande. O crime ocorreu dentro da sala 1 do cinema do Shopping Avenida Center após discussão por causa de uma poltrona minutos antes de começar a exibição do filme Homem Aranha – Longe de Casa.
Jornal Correio do Sul TV - Qualidade na Informação
©2014 Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução mediante solicitação.