25/09/2023 10h55min - Polícia
9 meses atrás

Criança morre e idoso desaparece; 4 casos de afogamentos são registrados em rios

Das quatro vítimas de afogamento, três foram encontradas mortas nos últimos três dias

Henrique Kawaminami /CGNews ► Neste periodo de calor a procura por rios tem aumentado casos de afogamentos

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Criança de 7 anos morreu afogada e idoso de 74 anos, identificado como Rovirso Nogueira Ramos, desapareceu no Rio Miranda enquanto pescava. Os casos aconteceram neste domingo (24) em Jardim, distante 233 quilômetros de Campo Grande.

Conforme apurado pela reportagem, o primeiro caso registrado foi o da criança. A vítima e outras duas crianças brincavam na região conhecida como Praia Marli, na companhia de familiares, quando começaram a se afogar.

 O avô percebeu a situação, conseguiu nadar e salvar apenas duas delas. A terceira criança desapareceu nas águas. O Corpo de Bombeiros foi acionado e localizou o corpo da menina, próximo de onde houve o afogamento.

Por volta das 13h, os bombeiros receberam informação de que outro caso de afogamento havia ocorrido. Dessa vez, numa fazenda, no trecho conhecido como Poço da Conchita, o idoso de 74 anos havia desaparecido nas águas.

Segundo relatos do filho dele, a família foi para o rio pescar. No horário do almoço, Rovirso entrou na água para pegar um guarda-sol que havia caído no rio. Ele nadou até a margem, pegou o guarda-sol e ao tentar retornar foi puxado por um rebojo (redemoinho de água).

Ao notar que o idoso se afogava, o funcionário da propriedade entrou no rio para salvá-lo, mas não conseguiu alcançar o idoso que foi puxado para o fundo. O Corpo de Bombeiros foi acionado, fizeram buscas ontem à tarde, mas sem sucesso. Os trabalhos dos mergulhadores foram retomados nesta manhã. A vítima ainda não foi localizada.

Afogamentos 

 De ontem para hoje, quatro pessoas se afogaram em rios. Além dos dois casos citados acima, na manhã de ontem, em Corumbá, foi encontrado o corpo de Reginaldo Ferreira Cardoso, 47 anos, que desapareceu no final da tarde deste sábado (23), depois de entrar no Rio Miranda para tomar banho. Ele se afogou na região do Passo do Lontra.

Em Campo Grande, o corpo de Kauan Rios da Silva, de 14 anos, que estava desaparecido desde quinta-feira (21), foi encontrado na manhã desta segunda-feira (25) no Rio Anhanduí, na região do Parque do Lageado, por mergulhadores do Corpo de Bombeiros.

Cuidado 

 Com o calorão dos últimos dias, a procura por rios e piscinas aumentam. Por isso, o Corpo de Bombeiros faz alerta para que as pessoas redobrem a atenção e assim evitem acidentes e mortes, nos rios, balneários e piscinas de Mato Grosso do Sul. O telefone para socorro dos bombeiros é o 193.

Crianças, por exemplo, devem sempre estar sob a supervisão de um adulto. Respeite as orientações e determinações dos guarda-vidas; não faça uso de bebidas alcoólicas antes ou durante a permanência na água; evite brincadeiras que coloquem a segurança em risco, como competições de segurar o fôlego (apneia).

 Evite mergulhos “de ponta” em locais que não tenham conhecimento sobre a profundidade. Piscinas de clubes e condomínios devem ter acessos restritos e placas com informações. - 

CAMPO GRANDE NEWS