O assunto é: Geral

26/07/2020 - 08:29

Helicóptero da União chega hoje para combater incêndio no Pantanal

[ FOTO: Divulgação ]

O governo do Estado anunciou que neste domingo (26) o governo federal enviará um helicóptero H60 para ajudar a conter as queimadas que atingem o Pantanal de Mato Grosso do Sul desde o início da semana. Está prevista também a utilização, a partir de segunda-feira, de uma aeronave C130, com capacidade para o transporte de 12 mil litros de água, e um helicóptero UH15, que estará baseado em Ladário. 

Ontem, um helicóptero Bambi Bucket da Marinha iniciou as operações nas regiões definidas a partir de sobrevoos feitos pela manhã, na região da Codrasa e APA Baía Negra, em Ladário, e ao norte da cidade, a 5 quilômetros pelo rio. 


Segundo o governo, equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) atuam no combate aos incêndios desde o surgimento dos primeiros focos.

Conforme informações do titular da Secretaria de Estado e Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, a estratégia de ação foi definida a partir de conversas com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o Ministro da Defesa, general Fernando Azevedo. 


Foram mobilizados para a ação de combate aos focos de incêndio no Pantanal bombeiros de Corumbá, Jardim, Aquidauana, Maracaju, Ponta Porã e Campo Grande, além de 18 brigadistas do Prevfogo, do Ibama. Três viaturas para o combate a incêndio foram deslocadas da Capital para Corumbá.

“No momento em que fizemos o Decreto o governo tinha a clareza da emergência desse assunto, e como não conseguimos fazer o combate individualmente era necessária uma articulação institucional, e o governador Reinaldo Azambuja imediatamente conseguiu agregar esse conjunto de instituições, coordenadas pelo Ministério do Meio Ambiente e Ministério da Defesa, para que a gente pudesse fazer uma ação muito rápida”, disse Verruck por meio de sua assessoria.

Por conta do avanço nas queimadas na região, o governo do Estado decretou na sexta-feira (24) situação de emergência ambiental no Pantanal. Na mesma edição foi publicada Portaria do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) que suspende os efeitos das autorizações ambientais de queima controlada pelo mesmo período.


O decreto tem efeito por 180 dias e também foi publicado em função da região viver uma crescente no número de casos da Covid-19, com 28 mortes. Por conta das queimadas, muitas pessoas têm procurado Unidades Básicas de Saúde (UBS) apresentando problemas respiratórios

Correio do Estado


Fonte: Portal do MS
TAGs:  •  
Editoria: Geral

Desenvolvido por
ANSIM