06/07/2016 09h03min - Polícia
6 anos atrás

PF deflagra 'Operação Pripyat', nova fase da Lava Jato

Principal alvo é almirante que coordenou construção de Angra III

Divulgação  ► PF cumpre mandados da Lava Jato no RS

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Midiamax News


A PF (Polícia Federal) cumpre mais uma fase da Operação Lava Jato nesta quarta-feira (6), com nove mandados de prisão em Porto Alegre e Rio de Janeiro. De acordo com o jornal gaúcho Zero Hora, a Operação Pripyat, nome da nova etapa, visa desarticular um grupo que atuava na Eletronuclear, em um esquema que ficou conhecido como 'Eletrolão'. Seis funcionários que teriam integrado esquemas fraudulentos tiveram prisão preventiva decretada. O ex-presidente da Eletronuclear, Almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, que já cumpre prisão domiciliar é um dos alvos. Ele teria recebido R$ 4,5 milhões em propina nas obras que construíram a Usina Nuclear Angra III. Os agentes da PF cumprem 130 mandados de condução coercitiva, 26 de busca e apreensão, seis de prisão preventiva e três de prisão temporária de até cinco dias. Eles foram expedidos pela 7ª vara Federal do Rio de Janeiro e também estão sendo cumpridos no Rio Grande do Sul. A Pripyat teve seu nome escolhido em referência a uma cidade ucraniana que ficou conhecida como “fantasma” apís o acidente na usina nuclear de Chernobyl. A 16ª fase da Lava Jato apura casos ligados aos crimes de corrupção, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Midiamax