07/04/2016 13h51min - Política
7 anos atrás

Lula acusa Moro de ferir lei e pede investigação contra juiz

Possíveis infrações administrativas e disciplinares cometidas por Moro

Divulgação ► Lula acusa Moro de ferir lei e pede investigação contra juiz

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Lula acusa Sérgio Moro de ferir lei sobre interceptação telefônica e defesa do ex-presidente solicita ao Supremo Tribunal Federal que o juiz seja investigado pelo Ministério Público Federal por escuta ilegal. Além disso, os advogados que atuam a favor de Lula defendem que o caso vá ao Conselho Nacional de Justiça e ao TRF da 4ª região para que sejam analisadas possíveis infrações administrativas e disciplinares cometidas por Moro. A defesa de Lula embasa o pedido afirmando que um dos números grampeados da Lava Jato pertencia ao escritório de advogacia que defende o petista, o Teixeira, Martins & Advogados. Em ofício ao STF, Moro argumentou que o telefone estava registrado em nome da empresa de palestras de Lula e que um de seus advogados, Roberto Teixeira, também é investigado no caso, o que o autorizaria também a grampeá-lo. Os advogados de Lula dizem que a empresa de telefonia informou a Moro, por duas vezes, que o telefone pertencia ao escritório. "Ele, inequivocamente, tinha conhecimento de que estava monitorando 25 advogados do escritório Teixeira, Martins & Advogados", diz a defesa. Os advogados apontam também que, conforme resolução do CNJ, o juiz deveria ter consultado a operadora antes de autorizar os grampos. "Não bastasse a abusividade da ilegal interceptação telefônica, o juiz Sérgio Moro teve a desfaçatez de tornar pública as conversas interceptadas, sem nenhum filtro ou ressalva", diz a peça. CorreiodoEstado