16/11/2014 21h48min - Geral
8 anos atrás

Jornal afirma que "Empreiteiros presos doaram R$ 7 milhões para Delcídio"

Empreiteiros presos doaram

arquivo ► jornal afirma que campanha de Delciídio foi abastecida com dinheiro de empreiteiros presos pela PF

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Segundo o jornal Correio do Estado,,mais da metade dos recursos da campanha eleitoral milionária do senador Delcídio do Amaral (PT), derrotado na disputa pelo governo do Estado, foi repassada por presos pela Polícia Federal na operação “Lava Jato”. Os amigos e financiadores do petista, todos dirigentes de empreiteiras envolvidas no escândalo de corrupção da Petrobras, doaram R$ 7 milhões, dos R$ 10,5 milhões arrecadados na tentativa de conquistar o posto que será de Reinaldo Azambuja (PSDB). O jornal afirma que agora, eles estão na cadeia, após as investigações apontarem que o dinheiro veio de contratos superfaturados com a estatal. A arrecadação de dinheiro por Delcídio pode ser ainda maior, já que os R$ 10,5 milhões constam na prestação de contas parcial enviada pelo senador ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MS). A totalidade das doações recebidas durante a campanha só será revelada no dia 25 de novembro, prazo final estabelecido pela Justiça Eleitoral para que os candidatos que chegaram ao segundo, como é o caso de Delcídio, apresentem suas contas. Entre os executivos que tiveram a prisão preventiva ou temporária decretada pela Justiça Federal na sexta-feira (14), a pedido da Polícia Federal durante a sétima fase da “Lava Jato”, estão presidentes de cinco companhias doadoras de Delcídio: Camargo Corrêa, OAS, UTC Engenharia, Queiroz Galvão e Engevix. correio do estado