08/10/2023 10h46min - Naviraí
10 meses atrás

Naviraí entrega licença prévia para a Esmagadora de Soja da Copasul

O documento foi recebido pelo presidente da Copasul e Diretores

Jr.Lopes/Assessoria ► Momento da entrega da documentação na Sede da Cooperativa

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


A prefeita Rhaiza Matos entregou na tarde de sexta-feira (06/10),  a licença prévia para a Unidade Industrial de Processamento de Soja da Copasul, marcando assim a conclusão da primeira fase do processo de licenciamento ambiental. 

O documento foi recebido pelo presidente da Copasul, Gervásio Kamitani o Vice-presidente, Nelson Antonini e o Presidente executivo, Adroaldo Taguti. 

O Gerente de Meio Ambiente, Luiz Alberto Ávila Silva Júnior e o Gerente Geral Executivo, Simon Rogério, acompanharam a prefeita.

Essa iniciativa representa um forte impulso para a economia local, uma vez que a unidade Esmagadora de Soja da Copasul envolverá um investimento de R$ 1,4 bilhão.

 Além de aquecer a economia, o empreendimento também irá ampliar consideravelmente a oferta de empregos para o município, proporcionando mais oportunidades para os moradores de Naviraí. 

Essa etapa é fundamental para garantir que o empreendimento esteja em conformidade com as regulamentações ambientais, assegurando a preservação dos recursos naturais.

Com a obtenção dessa licença, a Gerência Municipal de Meio Ambiente atesta que a atividade proposta pela Copasul a partir da esmagadora de soja está de acordo com as diretrizes ambientais estabelecidas. Agora, a próxima etapa será a apresentação dos projetos para a obtenção da Licença de Instalação, que autorizará o início das obras do empreendimento.

Para a prefeita Rhaiza Matos, a emissão e entrega deste documento abre caminho para a concretização de um empreendimento que trará benefícios econômicos e sociais significativos para Naviraí.

  “A Copasul é muito importante para o nosso município. Desejo todo sucesso por projetar mais este investimento que será um divisor de águas, não só para a cooperativa, mas também para a população do nosso município”, disse a prefeita.

A Indústria de Processamento de Soja da Copasul ficará àsmargens da Rodovia BR 163, no Km 142,5, ao lado da Fecularia da cooperativa, localizada a 22 km do centro de Naviraí.

 O início da construção está previsto para 2024, com projeção para iniciar as atividades em 2026. 

A previsão inicial é de geração de 150 empregos diretos e outros 1.900 indiretos. A capacidade de processamento da fábrica será de 50 mil sacas/dia, devendo produzir óleo bruto, farelo de soja e casca peletizada.

Falando em nome da Copasul, o presidente Gervasio Kamitani ressaltou a concretização de mais esta etapa que visa a implantação da Unidade Esmagadora de Soja. 

“Daqui para frente, cabe a cooperativa fazer tudo nos conformes da licença, para que a gente tenha uma indústria sustentável e que seja como a prefeita Rhaiza Matos disse, um divisor de águas para a nossa cidade. Então muito obrigado e sucesso para toda a comunidade naviraiense”, concluiu o presidente da Copasul.

 Júnior Lopes – Ascom Prefeitura de Naviraí